Ir para o conteúdo principal

China Brasil Futebol

  1. Histórias da China >
  2. Guangzhou Evergrande x Shanghai SIPG: emoção dentro e fora das quatro linhas

Guangzhou Evergrande x Shanghai SIPG: emoção dentro e fora das quatro linhas

Duelo de sábado está longe de ser uma final antecipada

Quis o destino e o sorteio da CFA (Associação Chinesa de Futebol) que Guangzhou Evergrande e Shanghai SIPG se encontrassem logo na 3ª rodada da Super Liga da China 2017. O duelo é um dos mais aguardados da temporada chinesa, embora ainda seja prematuro para receber a alcunha de final antecipada.

Evergrande e SIPG já protagonizaram intensa disputa pelo título da Super Liga 2015. Na ocasião, a equipe de Luiz Felipe Scolari conquistou o pentacampeonato na última rodada com 67 pontos, dois a mais que o clube de Sven-Göran Eriksson. Em 2016, as duas equipes não chegaram a disputar a taça, sendo o Jiangsu o que chegou mais próximo do clube do Cantão.

A expectativa para a temporada 2017 é de uma briga ainda mais direta entre Evergrande e SIPG. Os atuais hexacampeões vêm de derrota contra o Shandong Luneng na Super Liga e empate para o Kawasaki Frontale na Champions Asiática. A equipe de Xangai tem 100% de aproveitamento no ano: seis vitórias em seis jogos, com 19 gols marcados e apenas quatro sofridos.

Mais que um confronto entre as duas principais equipes da China no momento, o jogo tem ingredientes a mais fora das quatro linhas. O Guangzhou Evergrande entrará em campo sem seu capitão e sem o seu treinador: Zheng Zhi e Luiz Felipe Scolari foram suspensos pela CFA e estão fora da partida.

O meia chinês de 36 anos havia pego uma partida de suspensão após ser expulso na rodada inicial contra o Beijing Guoan, mas teve a pena ampliada para mais um jogo por permanecer no banco de reservas ao invés de se dirigir aos vestiários. Felipão também recebeu uma partida de suspensão após criticar a decisão da CFA de punir o capitão de sua equipe e da Seleção Chinesa.

Polêmicas à parte, o SIPG terá uma parada dura pela frente. A equipe de Oscar, Hulk e Elkeson nunca venceu o Evergrande na história: em oito jogos, foram quatro vitórias do Evergrande e quatro empates. Nas quatro partidas realizadas no Cantão, foram duas vitórias dos atuais hexacampeões chineses e dois empates.

Dois empates vieram na última temporada: 1x1 no Tianhe Stadium e 0x0 em Xangai. A partida de sábado (01/04) tem significados diferentes para as equipes. E mais ainda para Elkeson. O atacante de 27 anos, que brilhou intensamente no Guangzhou Evergrande enfrentará o ex-time pela 1ª vez. Uma cláusula contratual impediu Elkeson de atuar contra o Evergrande em 2016. Se entrar em campo, o atacante de 27 anos fará seu 100º jogo na Super Liga da China.

Uma vitória é uma nova injeção de ânimo à equipe de Ricardo Goulart, Paulinho e Alan após duas partidas sem vencer. Já para o SIPG, vencer os atuais campeões pode ser um indício de novos tempos no futebol chinês. Mas como dito no início, ainda é muito cedo para chamar a partida de uma final antecipada.

 

Comentários