Ir para o conteúdo principal

China Brasil Futebol

  1. Histórias da China >
  2. Poucos gols e dilema na escolha dos estrangeiros contribuem para queda do Jiangsu Suning na Super Liga

Poucos gols e dilema na escolha dos estrangeiros contribuem para queda do Jiangsu Suning na Super Liga

Só Ramires e Alex Teixeira marcaram pela equipe de Nanjing em 2017

Ao olhar a tabela da Super Liga da China 2017 após as duas rodadas iniciais, temos algumas surpresas. A principal delas é ver o Jiangsu Suning, vice-campeão da competição, da Copa da China e das últimas duas Super Copas, na 15ª e penúltima colocação com apenas um ponto conquistado em seis possíveis.

A surpresa se torna ainda maior ao constatar que o Jiangsu tem um excelente início na Champions Asiática: três vitórias em três jogos e cinco pontos de vantagem para o vice-líder Jeju United. Mas por que tamanha diferença nas competições em que o Jiangsu disputa? Há explicações, mesmo levando em conta que a equipe jogou seis vezes na atual temporada.

Primeiro, a equipe comandada por Choi Yong-Soo joga com força total na Champions, sem necessidade de deixar um jogador estrangeiro de fora. Afinal, o torneio utiliza a regra “3+1” (três estrangeiros de qualquer nacionalidade e um jogador asiático). Já na Super Liga da China, o técnico sul-coreano precisa deixar alguém de fora. E aí começam os problemas.

Na rodada de abertura contra o Shanghai Shenhua, o treinador optou pelo compatriota Hong Jeong-Ho no lugar de Ramires (destaque da equipe na atual temporada, em minha opinião). Após a lesão do colombiano Roger Martínez (que, aliás, não faz boa temporada) logo aos 11 minutos do 1º tempo, o Jiangsu foi presa fácil para o time de Tévez e terminou goleado por 4x0.

No jogo seguinte contra o Tianjin Teda, o Jiangsu deixou de lado o seu tradicional esquema 5-3-2 e foi à campo com Ramires e Hong Jeong-Ho. Mas sem Alex Teixeira e Roger Martínez no ataque, a equipe não passou de um empate sem gols com o novo clube de John Obi Mikel.

Outros dois motivos são a falta de gols e de pontaria da equipe (veja o gráfico ao final do texto). O Jiangsu fez apenas quatro gols nas seis partidas que disputou na atual temporada, e todos marcados por brasileiros: dois de Ramires e dois de Alex Teixeira. E todos na disputa da Champions Asiática. Nas seis partidas da temporada até agora, o Jiangsu acertou 15 dos 62 chutes (24%).

Com Alex Teixeira suspenso por mais duas partidas por conta da expulsão contra o Shanghai Shenhua, Choi Yong-Soo terá menos trabalho para escolher os estrangeiros da equipe. Mas após o retorno do ex-Shakhtar, o técnico sul-coreano retornará ao seu velho dilema: Hong Jeong-Ho para reforçar o sistema defensivo ou Ramires para melhorar o poderio ofensivo?

O zagueiro sul-coreano manteve sua posição de titular na zaga de seu país, embora não faça boa temporada assim como o colombiano Roger Martínez. Já Ramires fez dois gols nas cinco partidas que disputou e tem se mostrado essencial para manter forte o meio campo do Jiangsu Suning.

Ainda é o início da temporada chinesa, mas Choi Yong-Soo precisa consertar os problemas o mais rápido possível para que o Jiangsu mantenha a boa fase na Champions Asiática e embale de vez na Super Liga 2017.

Dados: Opta Sports e WhoScored.com

Comentários