Ir para o conteúdo principal

China Brasil Futebol

  1. Notícias >
  2. Alemão Roger Schmidt chega ao Beijing Guoan em busca de melhora na tabela

Alemão Roger Schmidt chega ao Beijing Guoan em busca de melhora na tabela

Equipe de Renato Augusto e Ralf está 18 pontos atrás do líder da Super Liga

Por Leonardo Hartung

O treinador alemão Roger Schmidt foi apresentado no Beijing Guoan e já comandou o elenco em treinamento pela manhã chinesa (noite brasileira). O ex-comandante de Bayer Leverkusen e Red Bull Salzburg assinou contrato de duas temporadas e meia e traz um novo perfil para o jogo da equipe de Pequim.

O Beijing Guoan é o oitavo colocado da Super Liga da China 2017 com 19 pontos, 18 a menos que o líder Guangzhou Evergrande e dez atrás do Hebei China Fortune, terceiro lugar e atual dono da última vaga à Champions League da Ásia. O Guoan não disputa a competição continental desde 2015, quando caiu nas oitavas de final.

Na atual temporada, a equipe de Pequim marcou 19 gols e sofreu 23 em 15 partidas. O desempenho defensivo faz da equipe a quarta pior da elite chinesa.

Roger Schmidt tem como objetivo recuperar a equipe de Pequim na tabela de classificação e também o prestígio de uma das mais tradicionais equipes da China. O treinador de 50 anos tem como característica principal a alta intensidade. Suas equipes são intensas na marcação e na produção ofensiva. O Red Bull Salzburg comandado por Roger Schmidt tinha média superior a três gols por partida.

Em Pequim, o técnico alemão reencontrará o atacante espanhol Jonathan Soriano, seu ex-comandado na Áustria. Com Renato Augusto, Ralf, o turco Burak Yilmaz e o zagueiro uzbeque Egor Krimets, além de bons nomes chineses no elenco como o meia Zhang Xizhe, Roger Schmidt tem condições de fazer mais um bom trabalho em sua carreira.

Na próxima rodada da Super Liga, o Beijing Guoan recebe o líder Guangzhou Evergrande no Workers' Stadium, em Pequim. Ainda será cedo para ver os resultados da chegada de Roger Schmidt, mas já trará uma ideia do que a equipe viverá no segundo semestre chinês.

Comentários