Ir para o conteúdo principal

China Brasil Futebol

  1. Notícias >
  2. Após empate em casa no primeiro jogo, SIPG de Oscar, Elkeson e Hulk vai até a Coreia do Sul na busca por classificação na Champions Asiática

Após empate em casa no primeiro jogo, SIPG de Oscar, Elkeson e Hulk vai até a Coreia do Sul na busca por classificação na Champions Asiática

O SIPG precisa vencer ou empatar com o Jeonbuk por dois ou mais gols

Mais um compromisso difícil em 2019 para o Shanghai SIPG acontece na próxima quarta-feira (26) pelo jogo de volta das Oitavas de Final da Champions League da Ásia na Coreia do Sul contra o Jeonbuk Motors.

Na China, no último dia 19/06, as duas equipes empataram por 1x1 em Xangai, portanto o time sul-coreano garante a classificação com qualquer vitória ou empate por 0x0.

O SIPG necessita de qualquer vitória ou empate por dois ou mais gols para garantir a sua passagem para as Quartas do principal torneio de clubes do continente.
 

Na busca por mais uma classificação

Semifinalista no torneio em 2018, o SIPG sabe que tem uma tarefa difícil contra o Jeonbuk.

A equipe chinesa é obrigada a marcar, no mínimo, um gol para ter chances de sair da Coreia classificado.

Após o empate por 1x1 no jogo de ida, era visível a frustração do elenco do SIPG e de seu treinador Vítor Pereira.

Porém a equipe especializou-se nos últimos anos em conquistar vitórias fora de casa e quem sabe não aconteça de novo, desta vez contra o Jeonbuk.

Na última rodada da Super Liga a equipe venceu em casa o Beijing Renhe por 3x0, com gols de Oscar e Elkeson, que junto a Hulk e Odil Akhmedov devem ser os estrangeiros titulares do time.


Basta não sofrer gol

O Jeonbuk sabe que está numa boa posição para a partida de amanhã contra o SIPG.

O empate conquistado fora de casa no primeiro jogo deu ainda mais confiança a equipe do treinador português José Morais.

Mun Seon-min, ponta de 27 anos e com passagens pelo futebol sueco, é o grande jogador da equipe e, inclusive, marcou o gol do Jeonbuk em Xangai.

A equipe também conta com os brasileiros Tiago Alves, Ricardo Lopes e Adriano.
 

Comentários