Ir para o conteúdo principal

China Brasil Futebol

  1. Notícias >
  2. Após séria lesão, Alan renasce no Evergrande e vira vice-artilheiro da equipe

Após séria lesão, Alan renasce no Evergrande e vira vice-artilheiro da equipe

Atacante marcou 18 gols em 35 partidas na temporada 2016

Por Leonardo Hartung

No início de 2015, o Guangzhou Evergrande contratou o atacante Alan por € 11,1 milhões. A equipe do Cantão tinha altas expectativas no jogador revelado pelo Fluminense, que vinha de cinco temporadas de sucesso no Red Bull Salzburg.

As incertezas chegaram após Alan sofrer uma ruptura nos ligamentos do joelho direito e disputar apenas duas partidas na temporada 2015. O jogador retornou aos gramados para a temporada seguinte e foi o vice-artilheiro na Super Liga da China 2016 com 14 gols: “Acho que nunca devemos perder a esperança e o foco, pois com força de vontade as coisas boas acontecem.“

Depois de encerrar 2016 em alta, Alan e o Guangzhou Evergrande se preparam para o início de mais uma temporada no futebol chinês. O atacante de 27 anos falou ao China Brasil Futebol sobre seu período na equipe do Cantão e contou um dos segredos do sucesso do Guangzhou Evergrande na China.

ChinaBrasilFutebol: Você faz parte do melhor ataque da China ao lado de Ricardo Goulart e Gao Lin. Juntos vocês três fizeram 58 gols no ano. Como funciona o entrosamento de vocês?

Alan: Está sendo muito bom poder formar esse ataque com esses atletas. É muito bom atuar ao lado de jogadores que entendem seu jeito de jogar, e isso é o que está acontecendo. Conseguimos pegar as qualidades de cada um e encaixar num estilo de jogo que beneficia não só aos três, mas a todo o time. A temporada passada foi muito boa para todos nós e espero que nesse ano possamos repetir e, quem sabe, aumentar esse número de gols.

ChinaBrasilFutebol: A gente percebe pelas redes sociais que o elenco do Guangzhou Evergrande é muito unido, tanto chineses quanto estrangeiros. Esse é um dos segredos do sucesso do Evergrande?

Sem dúvidas. Aqui somos todos amigos, a relação é muito boa no dia a dia e isso faz a diferença em qualquer equipe, seja no futebol ou não. Você ter um grupo forte e unido é um grande passo para o sucesso, e é isso que preservamos muito aqui. Sempre um está ajudando o outro e é nesse espírito de equipe que vamos seguindo em frente em busca dos objetivos do Guangzhou.

ChinaBrasilFutebol: Você ficou fora de quase toda temporada 2015 por conta de uma grave lesão. Você imaginava se tornar titular e vice-artilheiro da equipe no ano seguinte?

Foi uma época terrível pra mim. Eu vinha de temporadas muito boas na Áustria e cheguei ao Guangzhou numa fase muito boa da minha carreira, mas infelizmente, logo no início, tive essa lesão que me deixou sem jogar por mais de um ano. Trabalhei muito forte e, com a ajuda do clube, dos amigos e da minha família consegui voltar a fazer o que mais amo, que é jogar futebol. A partir daí, o Felipão confiou em mim e me colocou para jogar com regularidade, então consegui fazer muitos gols e servir meus companheiros. Acho que nunca devemos perder a esperança e o foco, pois com força de vontade as coisas boas acontecem.

ChinaBrasilFutebol: Você chegou à China em janeiro de 2015. Nesses dois anos na Ásia, como você vê o desenvolvimento do futebol chinês?

É um futebol que está buscando seu espaço no cenário mundial, e eles estão fazendo um investimento muito alto para isso. Estão dispostas a atrair a atenção de todo o mundo para os campeonatos do país. Acho que um país do tamanho da China, com todo o poder econômico que tem, deve fazer esse investimento, trazer jogadores de grande porte para tornar o futebol chinês cada vez mais atrativo. Fico feliz por fazer parte dessa transformação, espero que possa fazer história aqui no país.

ChinaBrasilFutebol: Antes de se lesionar em 2015, você chegou a disputar uma partida da Champions Asiática. Quais são suas expectativas em seu retorno à competição continental?

É a competição que qualquer clube asiático busca vencer. É a mais importante do continente e o Guangzhou vai entrar com todas as forças para buscar o título. Ano passado conquistamos o Campeonato Chinês e a Copa da China, então esse é o título que está faltando. Estamos focados para ganhar esse título, mas vamos buscar conquistar todos que disputarmos.

 

Comentários