Ir para o conteúdo principal

China Brasil Futebol

  1. Notícias >
  2. Após título em 2016, Gabi Zanotti tenta o bicampeonato na Super Liga feminina na China

Após título em 2016, Gabi Zanotti tenta o bicampeonato na Super Liga feminina na China

Jogadora foi campeã pelo Dalian Quanjian, próximo adversário na competição

A meia Gabi Zanotti foi campeã da Super Liga feminina da China pelo Dalian Quanjian em 2016 e busca nessa temporada o bicampeonato na competição. Mas em outra equipe. A jogadora capixaba deixou a equipe de Dalian e assinou contrato de um ano com o Jiangsu Suning.

No mesmo ano em que Gabi Zanotti era campeã em Dalian, a equipe de Nanjing amargava a vice-lanterna da Super Liga feminina. O Jiangsu só permaneceu na competição após vencer o Zhejiang, vice-campeão da segunda divisão, em um playoff.

Veio a temporada 2017, e as mulheres do Jiangsu Suning logo levantaram um caneco. A equipe conquistou a Copa da China feminina, derrotando o Changchun Zhuoyue na decisão por 3x1. Para Gabi, a mudança não veio apenas de dentro dos gramados, mas fora das quatro linhas.

- Apesar de termos as mesmas atletas, apenas a minha chegada e de mais uma estrangeira e de dois treinadores islandeses, e eles conseguiram mudar completamente a mentalidade das atletas. O trabalho que tem sido feito por toda a comissão tem sido excelente e até num curto prazo já conseguimos mostrar trabalho.

A meia brasileira não foi a única contratação estrangeira para o elenco do Jiangsu na temporada 2017. A equipe também assinou com a atacante norueguesa Isabell Herlovsen, bicampeã norueguesa e vice-campeã da Liga dos Campeões feminina pelo Lyon em 2010.

Se na Super Liga masculina a equipe de Nanjing não vai nada bem, a situação é oposta na Super Liga feminina. O Jiangsu hoje é o vice-líder com 14 pontos em seis jogos, dois a menos que o líder Dalian Quanjian. As duas equipes se enfrentam no sábado em Nanjing em duelo que vale a liderança da Super Liga feminina, encontro que mexe com Gabi Zanotti.

- A semifinal (da Copa da China) foi contra meu ex-clube, o Dalian Quanjian. Vencemos de virada e dei a assistência para o último gol. E agora estou a quatro dias de mais um confronto com meu ex-clube pela Super Liga da China. Estamos dois pontos atrás do líder que é o Dalian e temos a oportunidade de assumir a liderança da liga.

Gabi Zanotti já havia sido procurada pelos chineses anos antes: “tinha recebido uma proposta para vir à China em 2013 ou 2014. Naquela época ainda pouco se falava sobre o futebol feminino chinês e acabei adiando.” Hoje, a camisa 37 do Jiangsu Suning não se arrepende da escolha feita no início de 2016.

- Estou muito contente com a competitividade da liga.

Confira aqui a entrevista da meia Gabi Zanotti ao China Brasil Futebol a partir do minuto 33:15 até 47:55.

Fotos: China Women's Team

Comentários