Ir para o conteúdo principal

China Brasil Futebol

  1. Notícias >
  2. Atacante Adriano Michael Jackson é o próximo rival do Shandong na Champions Asiática e jogou em time histórico na China

Atacante Adriano Michael Jackson é o próximo rival do Shandong na Champions Asiática e jogou em time histórico na China

Artilheiro da competição continental fez dupla de ataque com James Chamanga no extinto Dalian Shide

O Shandong Luneng volta a jogar na quarta-feira (24/08) pela Liga dos Campeões da Ásia e reencontra um velho conhecido na competição: o FC Seoul, time que derrotou a equipe chinesa na fase de grupos. A equipe sul-coreana aposta suas fichas numa dupla de ataque bem conhecida do futebol chinês: o montenegrino Dejan Damjanovic e o brasileiro Adriano Michael Jackson.

Damjanovic teve passagens por Jiangsu e Beijing Guoan, enquanto o brasileiro jogou no histórico octacampeão nacional Dalian Shide. Artilheiro da competição continental com 11 gols, Adriano falou com o China Brasil Futebol sobre o seu período no futebol chinês e sobre suas expectativas em reencontrar o Shandong na disputa pelo título continental.

1) Você chegou no Dalian Shide em 2011 contratado junto ao Fluminense. Como eram as estruturas do Dalian Shide?


Adriano: A estrutura daqui do FC Seoul é melhor e mais completa, tem mais opções e mais qualidade. Aqui é totalmente diferente do Dalian. O ambiente aqui é diferente, tem mais campos do que lá na Dalian. Mas são dois grandes clubes e de nome. Onde eu vivi lá na China era bem diferente daqui, assim como em muitos outros clubes ao redor do mundo. Cada um é diferente do outro.

2) Durante sua passagem pelo Dalian Shide você foi emprestado para Bahia e Atlético Goianiense durante o ano de 2013. O que houve para você não permanecer na equipe chinesa?


Adriano: Não permaneci no clube por interesse meu. Era a primeira vez que fui jogar fora do Brasil e lá na China é muito frio, nunca tinha passado tanto frio. Então não quis continuar por esse fato e preferi voltar para o meu país. Mas fui muito feliz jogando no Dalian Shide por um ano e meio. E agora tive a oportunidade de vir para a Coréia do Sul sabendo o que acontece e como é o país, então me adaptei muito mais rápido.

3) Qual é a sensação de ter jogado numa equipe tão vitoriosa e que não existe mais?


Adriano: Orgulho de todos atletas que fizeram parte e defenderam o clube. E fico muito feliz por ter tido esse prazer e como o clube não existe mais, tem outro nome agora, fico sempre acompanhando por fora e sabendo das notícias. Ainda tenho fãs lá da China que me procuram e vêm falar comigo pelas redes sociais. Isso é um prazer imenso.

4) Enquanto você esteve no Dalian Shide, você chegou a fazer dupla de ataque com o experiente James Chamanga (canto à esquerda na foto). Como é James Chamanga?


Adriano: Ele é um jogador muito bom, rápido e experiente. Foi um prazer ter jogado ao lado dele. Foi um amigo, um companheiro dentro e fora de campo. Uma pessoa que tem muita personalidade e passa personalidade e responsabilidade para o companheiro que está ao seu lado. Chamanga foi um jogador que passou muita experiência para mim.

5) Já fazem dois anos que você está na Coréia do Sul. Quais diferenças você vê entre o futebol sul-coreano e o chinês?


Adriano: Vou fazer três anos aqui e aqui me sinto em casa no Brasil. Futebol sul-coreano é totalmente diferente do chinês. Na China é mais velocidade e mais bola aérea, enquanto o futebol sul-coreano é parecido com o brasileiro. Tem mais cadência na bola e mais toques e essa é a minha característica de jogar, com toque no meio de jogadores de qualidade e de seleção. Me passa muita vontade e tranquilidade em poder jogar em um país que tem as mesmas características do futebol brasileiro. Me adaptei muito rápido ao país. Gostei, estou gostando e gosto muito de jogar aqui e quero continuar jogando na Coréia do Sul. Futebol sul-coreano me fez crescer muito.

6) O FC Seoul não perdeu para o Shandong Luneng na fase de grupos. Qual é a sua expectativa em reencontrar o time chinês nas quartas de final?


Adriano: Chegamos a perder o jogo contra o Sanfrecce Hiroshima mas os eliminamos aqui em casa. Vamos reencontrar o Shandong e nosso objetivo é vencer. Sei que eles têm grandes jogadores e são um time muito bom, mas dentro de campo temos que jogar para vencer. Jogam duas equipes e uma delas tem que vencer. Meu pensamento é vencê-los novamente, já jogamos duas partidas com eles, vencemos uma e empatamos outra e espero que na terceira e na quarta partidas a gente saia com a vitória. Nosso foco é esse, vencer sabendo que não vai ser fácil.

@HartungLeo

Comentários