Ir para o conteúdo principal

China Brasil Futebol

  1. Notícias >
  2. Destaque do R&F, Renatinho está suspenso de jogo decisivo contra o Evergrande na Copa da China

Destaque do R&F, Renatinho está suspenso de jogo decisivo contra o Evergrande na Copa da China

Meia de 27 anos conversa com o China Brasil Futebol sobre a atual temporada e o bom momento de sua equipe

O meia Renatinho é um dos destaques da temporada do Guangzhou R&F, time que está em oitavo lugar com 33 pontos. O camisa 31 é o artilheiro do clube na Super Liga da China com oito gols marcados e junto com o israelense Eran Zahavi já foi responsável por 19 dos 45 gols do clube do Cantão na temporada.

Renatinho não jogará a partida de volta da semifinal da Copa da China contra o Guangzhou Evergrande para cumprir suspensão pelo segundo cartão amarelo recebido no jogo de ida. O China Brasil Futebol conversou com o meia do R&F para saber de sua experiência na China, no Japão e suas expectativas para a reta final da temporada.

Você chegou no Cantão em julho do ano passado, contratado junto ao Kawasaki Frontale. Que diferenças você já pode ver entre o futebol japonês e o chinês?

Renatinho: Aqui é bem mais pegado, bem mais disputado, mais forte. Os jogadores que estão chegando na China são muito bons. E o futebol aqui está ficando mais difícil, mas acho diferente do Japão na questão da parte física. Lá a parte técnica é muito grande e a China também tem crescido bastante nessa área.

Na sua primeira temporada você fez dois gols e uma assistência em 11 jogos. Agora já são oito gols e duas assistências em 19 jogos. O que contribuiu para a melhora nas estatísticas de uma temporada para a outra?

Renatinho: Graças a Deus a bola tem entrado. Espero até o final do campeonato terminar com um bom número de gols e ajudar a equipe a conquistar uma vaga na Champions da Ásia, que é nosso objetivo. Espero não só gols, mas dar assistências e participar bastante até o final.

Você já está um ano na China, após três anos no futebol japonês. Como é a estrutura do Guangzhou R&F? E como foi sua adaptação no país?

Renatinho: A estrutura daqui é um pouco diferente do Japão. Clube está crescendo, tem pouco tempo ainda mas está crescendo bastante. Creio que daqui mais uns três, quatro anos o clube vai estar diferente até em questão de pensamento, de aspectos extracampo, alguns detalhes que precisam ser ajustados. Mas como sempre estão aparecendo estrangeiros dando dicas creio que logo logo o time também vai se encaixar nisso.

Como é seu treinador Dragan Stojakovic e quais são seus métodos de trabalho?

Renatinho: Nosso treinador gosta muito de trabalhar com bola, é um cara que visa mais a parte técnica. Tática também, claro, como todos os treinadores. Mas percebo que ele gosta demais da parte técnica, estar com a bola, tocar a bola, fazendo joguinhos e entrosar o time. Está sendo uma experiência muito boa trabalhar com ele.

Você e o Eran Zahavi se conhecem há apenas um mês e já vêm fazendo ótimo trabalhos juntos. Como esse entrosamento aconteceu tão rápido?

Renatinho: São coisas do futebol, né? Às vezes a gente demora para entrosar com um jogador e outras vezes acontece o oposto. É o caso do Zahavi. Começamos a jogar junto e deu muito certo e estamos conseguindo ajudar o time. Espero que continue assim.

Quais são suas expectativas para o duelo de volta nas semifinais da Copa da China contra o Guangzhou Evergrande, após conquistar o empate na ida por 2x2?

Renatinho: Uma pena, vai ser um grande jogo e todo mundo está ansioso. Pena que não vou poder jogar por causa do segundo amarelo. Vou ficar de fora, mas na torcida e se Deus quiser vai dar tudo certo e a gente vai conseguir essa classificação. E poder voltar para as finais, se Deus quiser.

@HartungLeo

Comentários