Ir para o conteúdo principal

China Brasil Futebol

  1. Notícias >
  2. Elkeson ganha passaporte e é convocado por Lippi para defender a Seleção da China

Elkeson ganha passaporte e é convocado por Lippi para defender a Seleção da China

O atacante começa uma nova fase na carreira pensando na Copa do Catar em 2022

Acabou o mistério. Após várias semanas de especulação na imprensa de Brasil e China, o atacante Elkeson finalmente foi revelado como cidadão chinês e convocado por Marcelo Lippi para defender a Seleção do país da Muralha.

Nascido em Coelho Neto no Maranhão, Elkeson está na China desde de 2013 e atualmente está na sua segunda passagem pelo Guangzhou Evergrande, já tendo jogado também por Shanghai SIPG, clube pelo qual sagrou-se campeão da Super Liga em 2018.

Pedido pessoal de Lippi, técnico italiano campeão da Copa do Mundo em 2006 com a Squadra Azzura, o camisa 9 aceitou o desafio de abdicar da sua cidadania brasileira para atuar pela Seleção da China na busca por uma vaga no próximo mundial no Catar em 2022.

Lippi e Elkeson trabalharam juntos também no Guangzhou, inclusive o atacante sempre que pode demonstra a sua gratidão pelo treinador pela ajuda na adaptação tanto fora, como dentro de campo assim que o ex-Vitória e Botafogo desembarcou na China.


Novo nome

E como ganhou o passaporte chinês, Elkeson também está com um nome mais parecido com o dos chineses.

Agora é conhecido como “Ai Kesen”, uma tradição quase que literal do seu nome para o dialeto local o deixando assim mais próximo da cultura do país asiático.

Inclusive já está inscrito pelo Evergrande na Federação Chinesa de Futebol como um atleta loclaal, sendo assim abre espaço para três estrangeiros atuarem em partidas das competições do país.

 

Comentários