Ir para o conteúdo principal

China Brasil Futebol

  1. Notícias >
  2. Federação Chinesa flexibiliza exigência de jovens na Super Liga em prol de acampamento militar

Federação Chinesa flexibiliza exigência de jovens na Super Liga em prol de acampamento militar

Jovens ficarão em treinamento até 28 de dezembro e só voltam aos seus clubes na próxima temporada

A Federação Chinesa de Futebol (CFA) resolveu organizar um Acampamento com 55 jogadores sub-25 de diversos clubes da primeira e segunda divisões do futebol chinês.

Os atletas se encontraram em Pequim no último dia 8 de outubro, onde participam de várias atividades e cursos exaltando a importância do trabalho em equipe, segundo informativo da Federação. O acampamento termina dia 28 de dezembro.

Segundo a CFA, esta medida foi tomada visando o aumento de opções para a Seleção Chinesa para a disputa da Copa da Ásia 2019.

Ciente que muitos desses jogadores não teriam tantos minutos, ou nem seriam convocados, nos poucos amistosos que a China fará até o início da Copa da Ásia, a CFA quer ter certeza que observou a fundo todas as opções até a convocação final.

Com a regra que obriga os clubes a inscrevem nas partidas o mesmo número de sub-23 e de estrangeiros (lembrando que no máximo 3 jogadores internacionais podem atuar numa mesma partida), o acampamento pegou as equipes de surpresa na reta final de temporada.

Contestações

Porém o que vem tomando o noticiário no país é que o governo retirou esses jogadores de seus respectivos clubes, na reta final da temporada, e os colocou em treinamento militar na base localizada na cidade de Tai’an.

De acordo com a mídia de Tai’an, o treinamento será liderado pelas Forças Especiais da região e foi “solicitado” aos jogadores que nenhum sinal de antipatia seja demonstrado durante o período que estarão em treinamento sob comando militar. 

Quem venha a desobedecer as ordens serão suspensos e não poderão disputar nenhuma liga de futebol na China, independe da divisão.

O acampamento terá duração de dois meses e nenhuma atividade relacionada ao futebol ocorrerá, de acordo a Federação. 

E as seguintes atividades tomaram cursos entre os jogadores: Caminhada diária de 20km com equipamentos militares, corrida de 5km diária, aprender canções militares de cunho patriota e acordar às 5h e ir dormir às 22h. Celulares são proibidos e recolhidos pelos militares.

A mídia chinesa lembrou que uma situação parecida com essa aconteceu em 2007, quando a Federação organizou um acampamento militar para os jogadores visando a qualificação para a Copa do Mundo da África do Sul em 2010, porém o time foi eliminado na segunda fase das Eliminatórias.


A maior surpresa

E com o acampamento militar em andamento, a maior surpresa surgiu no último dia 13 de outubro nas redes sociais chinesas com a publicação de duas fotos de um repórter da ChineseStateTV e reproduzida pelo Titan Sport Plus.

Os jogadores estavam em uma sala acompanhando o amistoso entre China e Índia com o fardamento militar e com com os cortes de cabelo semelhantes aos soldados.

É possível também ver nas paredes duas faixas com frases em mandarim que significam “Sonho Chinês" e "Sonho de Futebol”.

Acompanhe tudo do futebol chinês pelas nossas redes sociais e aqui no portal China Brasil Futebol.

Comentários