Ir para o conteúdo principal

China Brasil Futebol

  1. Notícias >
  2. Gigante imobiliária entra em crise e põe futuro do Guangzhou em cheque

Gigante imobiliária entra em crise e põe futuro do Guangzhou em cheque

A emprea Evergrande tem dívida bilionária para ser paga em setembro

A crise econômica que algumas empresas chinesas vem sofrendo desde o início da pandemia, causando a falência de várias equipes tradicionais do país, ganhou um novo capítulo nos últimos dias.

A gigante imobiliária Evergrande, empresa acionista e que já deu nome ao maior clube do país, está devendo cerca de 300 bilhões de dólares e sofrendo com protestos e cobranças por parte dos seus investidores.

Circulou inclusive nas redes sociais chinesas o que seria um dos diretores da Evergrande sendo mantido em cárcere privado para acelerar o pagamento, fazendo a empresa ceder imóveis para acalmar os ânimos.

Com todos esses problemas financeiros e a mão pesada do governo na regulamentação das finanças de empresas para evitar calotes e dívidas gigantes, cada vez menos empresários estão dispostos a investir no futebol chinês.

Então os grandes nomes vão ficando cada vez mais escassos na Super Liga, seja em campo ou na função de treinador.

Não é fácil prever o que o futuro reserva para o futebol chinês, mas seguiremos atentos para entender e racionalizar situações bem voláteis e que muitas vezes transcendem as quatro linhas.

Comentários