Ir para o conteúdo principal

China Brasil Futebol

  1. Notícias >
  2. O novo Guangzhou Evergrande sem Paulinho

O novo Guangzhou Evergrande sem Paulinho

Hexacampeões chineses terão três jogos seguidos em Xangai

Por Leonardo Hartung

A confirmação da saída de Paulinho para o Barcelona abriu um questionamento: como o Guangzhou Evergrande jogará sem o meia da Seleção Brasileira? A resposta, já desenhada na disputa da Copa da China, foi confirmada na vitória por 2x0 sobre o Henan Jianye no domingo.

O meia chinês Huang Bowen recebeu a titularidade no lugar do meia brasileiro durante a vitória do fim de semana. Mas o meia de 30 anos teve apenas 15 minutos de felicidade. Huang Bowen deixou o campo lesionado e deve perder o restante da temporada chinesa.

O meia Liao Lisheng, de 24 anos, entrou em seu lugar e mostrou que dará conta do recado. Méritos ao técnico Luiz Felipe Scolari que poupou os principais titulares do Evergrande nos jogos da Copa da China e já escalava o camisa 2 na posição.

Para a partida de ida das semifinais da Copa da China contra o Shanghai SIPG em Xangai, acredita-se que Felipão manterá o rodízio e dará oportunidades a jogadores com menos minutos na temporada.

Os hexacampeões chineses terão outros dois duelos na mesma cidade de Xangai. No sábado pela Super Liga da China, o Evergrande visita o Shenhua na terça retorna ao Shanghai Stadium para enfrentar o SIPG pelas quartas de final da Champions Asiática.

Na vitória por 2x0 sobre o Henan Jianye e sem Paulinho, Ricardo Goulart, Alan e Muriqui foram os estrangeiros em campo pela equipe do Cantão, que também conta com o zagueiro sul-coreano Kim Young-Gwon no elenco.

Na Copa da China, o zagueiro convocado pela Seleção da Coreia do Sul, Alan e Muriqui são os estrangeiros mais utilizados no elenco do Evergrande. Às vésperas do momento decisivo na temporada 2017, os hexacampeões chineses se mexem para permanecer no trono do futebol chinês.

Comentários