Ir para o conteúdo principal

China Brasil Futebol

  1. Notícias >
  2. Por conta do calendário e riscos de contaminação, equipes chinesas mandam times alternativos para a Champions Asiática

Por conta do calendário e riscos de contaminação, equipes chinesas mandam times alternativos para a Champions Asiática

Média de idade não passa dos 21 anos entre os inscritos na competição

Devido aos conflitos de calendário e protocolos de isolamento ao chegar em um novo país e ao voltar para seu, as três equipes chinesas classificadas para a Champions League da Ásia desta temporada mandaram uma delegação totalmente reserva e jovem.

Beijing Guoan, Shanghai Port (está na pré-Champions) e Guangzhou FC já mandaram seus times para Tailândia, onde a principal competição continental será disputada.

Inclusive os treinadores são diferentes, como era esperado após o anúncio dos jogadores inscritos.

Ciente da oportunidade única pela frente, o lateral direito Lei Wenjie de 24 anos mostrou-se bastante empolgado com a grande plataforma que terá pela frente para mostrar seu futebol.

"Estou muito feliz que o clube pode nos dar a oportunidade de participar de uma competição de alto nível na Ásia. Será uma experiência muito especial que nos permitirá crescer ainda mais. Vamos transformar a pressão em motivação e ter um bom desempenho.”

A primeira equipe chinesa a entrar em campo pela Champions de 2021 será justamente o Shanghai, que enfrenta o Kaya FC das Filipinas em jogo único que dá ao vencedor uma vaga direta no Grupo F, junto a BG Pathum United, Ulsan Hyundai e Viettel FC.

O Beijing está no Grupo I com Daegu FC, Kawasaki Frontale e United City FC. Já o Guangzhou ficou no J e irá enfrentar Cerezo Osaka, Kitchee SC e Port FC.

 

Comentários